O problema são as pessoas?

Como dar conta de corresponder às exigências de um mercado de trabalho que necessita de profissionais competentes e com  habilidade de lidar eficazmente com relações interpessoais.

Você já ouviu frases como estas: “Como minha vida seria mais fácil se os meus funcionários não fossem tão incompetentes!”; ou “Sonho com um chefe que não seja autoritário e dono de verdade feito o meu!”; “Ah! Sem condições de trabalhar neste lugar, o clima é horrível, cheio e gente que quer me derrubar o tempo todo!”?

O que será que se passa? O problema, afinal, são as pessoas?

Bem mais fácil trabalhar com máquinas. Pelo menos enquanto temos controle sobre elas. A questão é: como trabalhar bem com os outros? Como nas relacionar com os outros? Como entender e compreender as pessoas e ser compreendido e entendido por elas?

Parece um paradoxo quando Freud, o pai da Psicanálise, afirma que “o ser humano, em aspecto mental, se constitui dentro de uma relação e seu desenvolver-se é fruto das relações humanas bipessoais ou grupais, desde o início da vida.”

Afinal, já não deveríamos ter menos dificuldades no campo das relações interpessoais? Observando sob esse prisma, fazemos isso desde o início da vida e, mesmo assim, podemos constatar que aprendemos muito pouco dessa arte.

Nossos processo de desenvolvimento e amadurecimento emocionais acontecem ao acaso, muito mais pelo bom sendo e sensibilidade de alguns, e, como resultado, repetimos, quando adultos, velhos modelos e padrões de relacionamentos. Por exemplo: ambientes hostis e muito críticos na infância podem produzir adultos calados, retraídos, que pouco se expõem, ou indivíduos contestadores, que atavam e brigam para se auto-afirmarem. Essas atitudes nos relacionamentos não acrescentam nada, do ponto de vista do conhecimento e do crescimento; apenas livram o sujeito da angústia e do medo de ser criticado ou hostilizado naquele momento.

Então, como dar conta de corresponder às exigências de um mercado de trabalhos que necessita de profissionais competentes na habilidade de lidar eficazmente com relações interpessoais? Líderes, gerentes, coordenadores, consultores, equipes e grupos de trabalhos, por exemplo, necessitam de uma ampla e consistente capacidade de lidar com outras pessoas de forma adequada e produtiva, de acordo com as necessidades das pessoas das situações.

Amadurecer, crescer em nossas competências emocionais, compreendendo melhor nosso organismo psicológico é o único cominho que pode nos tornar capazes de identificar, entender e administrar o prazer, e terror, o medo, o fascínio, a compaixão, a angústia e a dor que surgem, inevitavelmente, na relação com os outros.

Isso que dizer somente que estar diante de outra pessoa ou pessoas é estar à mercê de uma profusão de sentimentos, de sensações “viscerais” e de tensões desconfortáveis que fazem a gente manifestar desejos muito comuns, como aqueles citados no início deste artigo, mas que também expressam a nossa ignorância e incapacidade de perceber quem somos e como funcionamos dentro de uma relação.

Se pudermos olhar para essas questões sem achar que “são bobagens”, sem menosprezar ou banalizar a importância da nossa estrutura e funcionamento psicológico, percebemos que nossas competências e habilidades profissionais, principalmente as intra e interpessoais, são os fatores que determinam a qualidade e a eficácia de nosso desempenho nas relações de trabalho.

Assim, entender de gente é fundamental. O autoconhecimento é a base para ver, ouvir e entender o outro. Somente assim seremos responsáveis pela qualidade e pelo desenvolvimento das relações humanas no dia-a-dia.

FONTE: T & D

ISA MAGALHÃES

Figuras : Wagner Bueno

Anúncios

Sobre Wagner Bueno

Administrador, Consultor e Professor
Esse post foi publicado em Pessoas. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s