Plano Nacional de Educação é prerrogativa e responsabilidade dos munícipes

Plano Nacional de Educação é prerrogativa e responsabilidade dos munícipes….SIM É DOS MUNICÍPIOS….QUEM FAZ A UNIÃO SOMOS NÓS………..OS MUNICÍPIOS fazem demais com a delegação de responsabilidade da UNIÃO, que com tamanha tarefa desviam as atenções e “esquecendo nosso “Hino GAÚCHO”Povo que não tem virtude acaba por ser escravo……..não adianta PENSAR fazer a minha parte, mas sim de maneira não partidária buscar um plano nacional da EDUCAÇÃO…aumentar o INVESTIMENTO da Educação Básica e GRATUITA(COM QUALIDADE e medidas de MERITOCRACIA). Busca-se uma revolução e não um paliativo para delegar a responsabilidade.(ZONA DE CONFORTO) e visto que responsabilidade não se delega. Nosso GOVERNO tem que assumir a responsabilidade… QUEM você vai escolher PARA  GOVERNAR O Município…  chega de negociação temos que exigir o que é básico e que pagamos por isso (TRABALHAMOS 6 MESES DO ANO PARA UNIÃO).

http://www.feiraodoimposto.com.br/produtos.html

http://www.impostometro.com.br/

http://cbn.globoradio.globo.com/colunas/missao-aluno/2012/09/24/PLANO-NACIONAL-DE-EDUCACAO-PERMITE-QUE-ESTADOS-MUNICIPIOS-E-GOVERNO-FEDERAL-REPACTUEM.htm

Pense um Pouco, você…..

PLANTA sem uma boa semente?,

Cultiva sem terreno apropriado?,

colhe sem uma boa prática?,

comercializa sem planejamento?,

Planeja sem uma boa consistência de UNIDADE?

……PODEMOS até conquistar mas não vai ser em nossa geração nem de seus filhos, netos e bisnetos …..ou seja pelo menos PENSE NISSO……..!!!!

Podemos adiantar o que é inevitável…Nascemos para o sucesso……porém sem tantos desvios de condutas……….

Salário de professor no País está entre os piores do mundo

04 de outubro de 2012  08h27  atualizado às 08h40

Levantamentos feitos por economistas, agências da ONU, Banco Mundial e Organização para a Cooperação e do Desenvolvimento Econômico (OCDE) mostram que professores brasileiros em escolas de ensino fundamental têm um dos piores salários da categoria em todo o mundo, além de receberem renda abaixo do Produto Interno Bruto (PIB) per capita nacional. Em uma lista de 73 cidades, a pesquisa registrou apenas 17 com salários inferiores aos de São Paulo, entre elas Nairobi, Lima, Mumbai e Cairo. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Veja os 10 melhores sistemas de ensino do mundo

Em praticamente toda a Europa, Estados Unidos e Japão, os salários são pelo menos cinco vezes superiores ao de um professor brasileiro. Um estudo realizado em 2011 pelo banco UBS relatou que um professor do ensino fundamental em São Paulo ganha, em média, US$ 10,6 mil por ano – apenas 10% do salário de um professor nesta mesma fase na Suíça, onde o salário médio da categoria seria de US$ 104,6 mil por ano. Na Coreia do Sul, os salários médios de professores são 121% superiores à média nacional. O Fórum Econômico Mundial apontou a Coreia como uma das economias mais dinâmicas do mundo e atribuiu a valorização da educação como um dos fatores que transformaram uma sociedade rural em uma das mais inovadoras no século 21.

FONTE: http://noticias.terra.com.br/educacao/noticias/0,,OI6201567-EI8266,00-salario+de+professor+no+Pais+esta+entre+os+piores+do+mundo.html

14/09/201208h53

Senado eleva porcentual de mestre e doutor nas instituições de ensino superior

São Paulo – A Comissão de Educação do Senado aprovou nesta semana um projeto de lei que obriga as instituições públicas e privadas de ensino superior a ter mais professores com mestrado e doutorado. A proposta exige que 50% do corpo docente seja formado por mestres ou doutores. Hoje, a exigência é de um terço.

O PL 706/2007 ainda especifica que pelo menos 25% dos professores tenham título de doutor. O regime de trabalho com dedicação exclusiva também seria modificado: passaria de um terço para 40% dos docentes. O projeto já havia passado pela Comissão de Constituição de Justiça. Agora, os integrantes da Comissão de Educação do Senado têm cinco sessões para apresentar eventuais recursos e, se isso não ocorrer, o projeto vai para a Câmara dos Deputados.

De acordo com o relator, João Vicente Claudino (PTB-PI), a previsão é de que a proposta não precise ser votada no plenário. Ela deve ser analisada na Comissão de Educação pelos deputados e, se não houver modificações, seguirá para sanção presidencial. “Após a aprovação, as instituições teriam três anos para se adequarem”, diz o senador.

O projeto, que altera a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB), de 1996, é criticado pela Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (Abmes). “Não há doutores suficientes no Brasil. Além disso, as faculdades não precisam desse quantitativo de doutor”, diz o consultor da Abmes, Celso Frauche.

Alto custo

Para Ana Maria Ramos, do Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes) em São Paulo, é importante que as instituições privadas tenham porcentuais estabelecidos. “As particulares separam o ensino da pesquisa porque os salários dos doutores custam caro”, afirma.

A importância da pesquisa também é defendida pelo professor da Faculdade de Educação da USP, Ocimar Alavarse. “A pesquisa é importante. Só que existem instituições que usam o título de universidade apenas para atrair alunos.”

À Agência Senado, o Ministério da Educação (MEC) informou que, se aprovado, o projeto não vai gerar impacto nas universidades públicas, já que a maioria dos professores é doutor. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

FONTE :http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/agencia-estado/2012/09/14/senado-eleva-porcentual-de-mestre-e-doutor.htm

Anúncios

Sobre Wagner Bueno

Administrador, Consultor e Professor
Esse post foi publicado em Educação. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s